Vencedores do 2018

Onze projetos dividiram um total de £200.000 para apoiar seu trabalho de regeneração ambiental e social.

Os vencedores demonstraram várias abordagens possíveis para criar uma sociedade mais regeneradora: desde a restauração de paisagens degradadas até a criação de plataformas que dão voz às comunidades marginalizadas.

 
Quatro projetos recém desenvolvidos ganharam o Prêmio Projetos Intencionais (£10.000 cada):
AAQ – Agentes Agroflorestais Quilombolas (Brasil)
Guaracy (Brasil)
Jewels in the Desert (Argélia)
Terrena, Cocreating with Nature (Bolivia)

 
O Prêmio Novos Projetos (£20.000 cada) foi para três projetos com menos de 5 anos de existência:
AGROECOPOLIS (Grécia)
International Permaculture Education Network (IPEN) (Reino Unido)
Malawi Schools Permaculture Clubs (Malaui)

 
O Prêmio Projetos Estabelecidos (£25.000 cada) foi para duas organizações já estabelecidas consideradas pioneiras em regeneração:
Center for Justice and human Rights in the Atlantic Coast of Nicaragua (CEJUDHCAN) (Nicarágua)
Sustainable Organic Integrated Livelihoods (SOIL) (Haití)

 
O Prêmio de Influência (£25.000):
African Biodiversity Network (Quênia)
Amrita Bhoomi Peasant Agroecology Centre (India)

 

Vencedores do 2018

Vencedores do Lush Spring Prize 2018