PermaQueer

O PermaQueer foca-se na resiliência da comunidade em consonância com a resiliência ambiental. Estabelecidos em Março de 2020 quando a Covid atingiu Naarm, Austrália, os fundadores Toad e Guy aperceberam-se da resiliência no seu local de transição de Permacultura e notaram que os amigos LGBTQIA e BIPOC sofriam com as soluções de vida contemporâneas.

Perceberam o poder de estar integrados em redes alimentares, e sistemas que se baseiam na troca comunitária e na economia e bem-estar social.

PermaQueer começaram introduções online à Permacultura para amigos, que se espalharam entre a comunidade queer como fogo selvagem. Oferecem cursos gratuitos e pagos consoante o desejo pessoal de cada um, que ensinam fundamentos ecológicos, permacultura, justiça social, descolonização, trauma e sistemas informados neurodivergentes com base na construção da resiliência da comunidade a nível global. Além disso, realizaram um seminário TEDx de 3 dias.

A sua educação comunitária desencaixa sistemas de consumismo, supremacia branca e binários coloniais para reestruturar os sistemas comunitários de resiliência. Estão a colaborar numa célula descolonizante e de reindigenização para o movimento de permacultura global com @LiberationPermaculture.

A PermaQueer está neste momento a trabalhar com parceiros internacionais para desenvolver formas justas e resilientes de se relacionarem de forma ecologicamente informada. Eles esperam manifestar estes sistemas em aldeias de co-habitação, sistemas alimentares, formação de competências culturais e programas de recuperação regenerativa.

  • 2021
  • Intentional Projects
Photo: PermaQueer

Informação sobre o projeto